Anedotas de namorados

Como o dia dos namorados está á porta, achei que esta anedota fica aqui mesmo "a matar".






Um engano qualquer um tem



Um jovem turista, ao passar numa loja em Paris, resolveu comprar um belo par de luvas para enviar à sua namorada, ainda virgem, de família tradicional, a quem muito respeitava.

Na pressa de embrulhar, a moça da loja cometeu um engano trocando as luvas por umas cuecas. O jovem, não notando a troca, remeteu a com a seguinte carta:



«Paris, 12 de Fevereiro de 2010



Querida,

Sabendo que dia 14 próximo é o dia dos namorados, resolvi mandar-te este presentinho. Embora eu pense que não costumas usar (pelo menos eu nunca te vi usando), acho que vais gostar da cor e do modelo, pois a moça da loja experimentou à minha frente e pelo que eu vi, ficou muito bem.

Apesar de um pouco largas na frente, ela disse que é melhor assim do que muito apertadas, pois a mão entra melhor e os dedos podem movimentar-se bem à vontade. Depois de usá-las é bom virar do avesso e colocar um pouco de talco para evitar aquele odor desagradável.

Espero que gostes, pois vai cobrir aquilo que um dia te irei pedir, além de proteger o local em que colocarei aquilo que tu tanto sonhas.

Um beijo (no lugar onde irás usá-las).

PS: Não esperes eu voltar para estreá-las. Quero que todos os meus amigos vejam você com elas. E depois esfregue-as na cara daquelas suas amigas invejosas, pois eu nunca vi nenhuma delas a usá-las.»

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

0 Response to "Anedotas de namorados"

Enviar um comentário